domingo, maio 30, 2010

AMORnar: tornar morno, ou tornar amor? =D


  Você se lembra de toda aquela chuva que nós enfrentamos um dia desses?
  No dia em que ela passou por nós, eu nem percebi; Mas hoje, eu me lembro; E de uma forma tão clara, viva e concreta, que chega a me deixar confusa; Já não sei se o que se passa em minha mente são só lembranças, ou se estamos e queremos reviver isso agora.
  Depois de tantos devaneios, eu me propus a admitir que aquela chuva gelada, triste e densa, era de fato uma tempestade. Uma tempestade que pretendia, pelo o que eu percebo hoje, levar todos os vestígios de nossa sensibilidade, expectativa e paz.
  Bem, por mais determinada e persistente que aquela tempestade tenha sido, ela não conseguiu me causar impacto. A força da chuva não diminuiu, mas você estava tão obstinado a me proteger, que eu nem se quer me molhei. E por isso, naquele dia, eu não notei que estava chovendo. Na verdade, acho que tudo foi amenizado por estarmos juntos.
 Você esteve ao meu lado durante toda aquela manhã; Mas eu não sei se você fez isso por você ou por mim. Eu só sei que a sua companhia foi quem amornou todo o frio que havia em mim. Me aqueceu. Amenizou a chuva. Me protegeu.

Carol.

6 comentários:

paulo disse...

nossa profundo!!!
eu me molhei rsrs

Caroline Araújo disse...

*-* Rs
muito bobo.

Memórias de uma Vida Recente disse...

Uma "BOA" compania, ameniza qualquer coisa!=D

Caroline Araújo disse...

Ou não. C=

Laryssa disse...

Depende do ponto de vista. =D

Caroline Araújo disse...

Sempre depende C=