segunda-feira, janeiro 17, 2011

Até, eternidade! Até a eternidade!

Quadro infinito cuja imagem varia
O esplêndido azul, de celestial anil,
Decorar-te-á e encantar-me-á perpetuamente.

Embora o perpétuo só se adéque a dor;
Enquanto o eterno se enlace ao amor,
Serei prisioneira perpétua em te amar.

Quando o horizonte casa o céu e o mar, a terra e o ar,
O amor vem de pressa, é o primeiro a se assentar; 
Não só para assistir, e sim para sentir
O que vê e no que crê,
Na longínqua eternidade que há.
Há no viver e após o jazer.

O mito se renova, então,
A cada pôr-do-sol,
Aos novos encantos lunares.
Enquanto, a busca faz-se incessante rumo ao para sempre.

Admiro-a ao brilhar,
Tão sólida e tangível quanto eu - corpo.
Tão durável e volátil quanto eu - alma.
Ao amar, somente a minha face a eternidade acaricia?

Dê-me a sua mão e ouse abandonar chão.
Permita-se sorrir e junte-se as estrelas.
No manto estrelado e aqui, eternidade há.

Pauta para o projeto Bloínques, 22ª edição poema.

9 comentários:

Anderson Alves disse...

priiiam descupa por tudo ! pela forma que falei contigo, é que entendi tudo errado. mais descupa, e quero sim sua ajuda EM TUDO! . ;d

A Saga Auréola disse...

Suas palavras estão em perfeita harmonia desta forma e ficou lindo.Beijos.

http://sagaaureola.blogspot.com

Maiara :) disse...

Lindo. Não acho adjetivo melhor para o seu poema.
As suas palavras dançam no decorrer da leitura. Senti-me a espectadora de uma dança magistral.
Parabéns pela escrita moça! ^^

Beijo grande.

Arianne Carla disse...

MEU DEUS!
Este poema é lindo... Não não... É mais que lindo. Não me veja como uma pessoa que não sabe comentar adequadamente, é que... Não tenho palavras para expressar meu encanto em ler este poema. É como Maiara citou ai encima. Suas palavras dançaram ao decorrer da minha leitura.
Lindo lindo lindo! Simplesmente perfeito.

Danii disse...

Sua maneira de escrever e as palavras que você usa são incríveis. O poema tem toda uma leveza, muito lindo, parabéns *-*
Bgs:*

Felipe Faverani disse...

Oi, Ca, tudo bem, meu anjo?
Maravilhoso esse poema! Estarei torcendo mais uma vez pra você. Quero que tire o primeiro lugar de novo! Você merece.
Grande beijo.

Ariana disse...

Lindas palavras que me deixaram encantada!
Sorte pra ti!

Beijos

Clara disse...

Oi! Você uma excelente poetisa, parece que os versos tomam vida e vão se enrolando um no outro... Acho isso lindo! Se não ganhar será uma verdadeira injustiça! ^^

Marcelo Soares disse...

Antes de qualquer coisa, desculpe pelo sumiço, fiquei fora dos todos os blogs, inclusive o meu.
Adoro a forma que você coloca as palavras, sinto sua alma, é uma coisa leve e prazerosa de se ler.

Beijo